PRESIDENTE DA CÂMARA FOI RECEBIDO EM AUDIÊNCIA PELO VICE-GOVERNADOR DO ESTADO.

07 de AGOSTO de 2019 às 15h49

Preocupado com as dificuldades que a área de saúde da cidade vem enfrentando, o Presidente da Câmara Municipal, vereador Amarílio Andrade(PSC) esteve na capital mineira,  onde foi recebido pelo Vice-Governador de Minas Gerais, Paulo Brant, audiência na qual foi acompanhado pelo Desembargador do Tribunal de Justiça, Caetano Levi Lopes. Durante o encontro Amarílio Andrade demonstrou ao vice-governador a grande premência de se encontrar soluções rápidas para os sérios  problemas que a saúde vem enfrentando, principalmente os hospitais da cidade. “Apresentamos ao Dr. Paulo Brant o nosso posicionamento quanto a questão da dívida dos hospitais de Barbacena, notadamente Ibiapaba, Santa Case e Imaip. Demonstramos a ele o posicionamento eficiente da Câmara Municipal de Barbacena que aprovou , por votação unânime, o Projeto de Lei  nº 059/2019 que   Institui o Programa de Recuperação Fiscal-REFIS/2019 , que ficou conhecido como Anistia Fiscal. A finalidade deste projeto é aumentar a arrecadação do município com recebimento de valores da dívida ativa para serem direcionados, em partes, aos Hospitais de Barbacena que passam por um momento de crise financeira, alguns inclusive à beira de interromper uma série de atendimentos. Mediante a aprovação da Anistia Fiscal a Câmara aprovou  também  o Projeto de Lei  060/2019, que “autoriza o adiantamento do pagamento pelos serviços pactuados aos hospitais particulares conveniados do Sistema único de Saúde”  .  Este projeto reconhece o “estado de emergência” financeira em saúde na rede hospitalar conveniada com o SUS de Barbacena até 31 de dezembro 2019. Uma forma de abrandar a situação financeira pela qual passam os hospitais do município”, afirmou Amarílio Andrade.   Também, na qualidade de Fundador e Presidente de Honra do Núcleo do Hospital do Câncer de Barbacena, Amarílio Andrade apresentou ao Dr. Paulo Brant um vasto documentário sobre a obra do Núcleo do Hospital do Câncer em Barbacena. “Fiz ver ao Dr. Paulo Brant a urgência de se colocar em funcionamento o Primeiro Módulo do Hospital que   já tem  uma primeira parte da obra concluída e em condições de entrar em funcionamento hoje, se for necessário. Mas, para isso, é preciso fazer funcionar uma série de estruturas estaduais e municipais que possam liberar documentos essenciais e verbas”, frisou Amarílio Andrade.     Paulo Brant, ao final do encontro, afirmou que vai se empenhar no que for preciso para atender as demandas a ele encaminhadas por Amarílio Andrade, em relação a se buscar agilizar o que for preciso para entrada em funcionamento, num breve espaço de tempo, do Hospital do Câncer de Barbacena.